Fies

Fies alterações para o programa de Financiamento Estudantil

2 de dezembro de 2016

Fies alterações para o programa de Financiamento Estudantil, pois agora é lei sancionada pela Presidência da República.

De acordo com Lei n° 13.366, publicada nesta sexta-feira, dia 2 de dezembro; as instituições de educação superior terão de arcar com a taxa administrativa de 2%; referentes ao valor dos encargos educacionais liberados pelos agentes financeiros do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

O MEC garante que os estudantes que contam com recursos do Fies não serão prejudicados; uma vez que as instituições de ensino ficam proibidas de repassar às mensalidades; os custos operacionais do agente operador do financiamento — Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal.

Fies alterações para o programa de Financiamento Estudantil

A nova sistemática, em vigor desde 14 de julho último; com a aprovação da Medida Provisória nº 741, de 14 de julho deste ano, consta na Lei n° 13.366, publicada nesta sexta-feira, 2 de dezembro.

A nova legislação do Fies prevê outras alterações para concessão do benefício tais como:

-Terão prioridade os estudantes que não tenham concluído a educação superior nem sido beneficiados pelo Fies ou pelo programa de crédito educativo;

-Inclusão do médico militar das Forças Armadas entre os profissionais que podem abater 1% do saldo devedor do Fies a cada mês de trabalho em localidades carentes do Brasil. Esse benefício estava anteriormente restrito a professores de escolas públicas e a médicos da saúde da família.

De acordo com informações do MEC, “As alterações visam a aperfeiçoar a execução do Fies e a sua operacionalização adequada; especialmente no que diz respeito ao processo seletivo adotado a partir do segundo semestre de 2015”; explica o diretor de gestão de fundos e benefícios do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE); autarquia vinculada ao MEC, Antônio Corrêa Neto.

As instituições de ensino que descumprirem a nova legislação poderão ser punidas com multa; impossibilidade de aderir ao Fies por até três processos seletivos consecutivos;e devolução ao fundo dos encargos educacionais cobrados indevidamente.

Sisu 2017 – Sistema de Seleção Unificada

As inscrições para o Sisu serão disponibilizadas após a divulgação do Resultado do Enem edição 2016, cuja previsão será 19 de janeiro de 2017.

Sisu 2017 Notas de Corte da última edição da seleção

O prazo para inscrições junto Sisu será liberado após a divulgação do resultado do Enem. Aproveite para verificar:

-As Instituições mais procuradas no Sisu;

-Os cursos que mais receberam inscrições para o Sisu e as respectivas notas de corte;

-As maiores notas de corte para o Curso de Medicina, para o Curso de Direito e Engenharia. Aproveite para verificar as notas de corte para o Prouni e Notas de Corte do Fies Medicina.

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply