Inscrições do Fies 2020.2

Começa em breve o período de inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre 2020. O programa oferece a chance de financiamento da graduação para estudantes do Ensino Superior de instituições privadas. A primeira condição para pedir o financiamento é ter realizado alguma edição do Enem de 2010 em diante e ter obtido média maior que 450 nas provas, além de não ter zerado a redação. Para se inscrever, o estudante deve acessar a página do Fies e inserir CPF e data de nascimento.

Além de ter feito o Enem, o candidato precisa também comprovar sua condição socioeconômica no ao longo da inscrição. Na modalidade “Fies”, a convencional, podem concorrer aqueles com renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos e, de acordo com o MEC, serão oferecidos 50 mil contratos. Já na modalidade “P-Fies”, inaugurada ano passado, podem ser contemplados aqueles com renda familiar de três a cinco salários mínimos.

Fies e P-Fies: quais são as diferenças?

Além do critério de renda, o P-Fies apresenta condições de pagamento e de seleção diferentes. Diferente do Fies, em que as taxas de juro são igual a zero, as taxas da nova modalidade serão definidas pelos bancos parceiros. Além disso, os critérios de pré-classificação pelo P-fies se darão apenas pelas notas obtidas no Enem, enquanto os da modalidade original seguirão, além das notas, a seguinte sequência:

I – Candidatos que não tenham concluído o Ensino Superior e não tenham sido beneficiados pelo financiamento estudantil;

II – Candidatos que não tenham concluído o Ensino Superior, mas já tenham sido beneficiados pelo financiamento estudantil e o tenham quitado;

III – Candidatos que já tenham concluído o Ensino Superior e não tenham sido beneficiados pelo financiamento estudantil; e

IV – Candidatos que já tenham concluído o Ensino Superior e tenham sido beneficiados pelo financiamento estudantil e o tenham quitado.

Resultado

O Ministério da Educação (MEC) ainda não divulgou o cronograma completo do Fies 2020.2 No entanto, a divulgação do resultado deve ocorrer em julho, com a lista dos pré-selecionados. Esses candidatos ainda não são chamados de selecionados porque a garantia do financiamento só se dará depois da complementação das informações (para quem concorreu na modalidade Fies) e validação na instituição de ensino.

Calendário do Fies 2020.2

  • Inscrições: a definir
  • Pré-seleção: a definir
  • Complementação das informações (modalidade Fies): a definir
  • Chamada da lista de espera: a definir
  • Resultado: a definir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *