Como mudar de curso de graduação de forma fácil?

Descontente com sua graduação e pensando em mudar de curso? Ou de olho em uma segunda formação? São muitas as opções de cursos de graduação, então é normal surgirem dúvidas tanto antes quanto depois de ingressar na faculdade. Nesses casos, saiba o que fazer para encontrar a solução e encaminhar sua vida acadêmica na direção certa de forma fácil e prática.

A saída para essa insatisfação é mais simples do que você imagina, logo, se você está em dúvida e acha que fez a escolha errada, não precisa se preocupar e pensar em desistir do curso escolhido. A seguir você poderá conferir algumas possibilidades para lidar com a situação e encontrar uma forma de recalcular a sua rota.

mudar de curso

A escolha certa

Nunca é tarde para buscar pelo melhor caminho profissional para você. Muitas vezes, acaba se optando pela graduação cedo demais, sem muito conhecimento sobre a área ou influenciado pelos conselhos de amigos e familiares. Contudo, a realidade do curso pode mostrar um cenário diferente e gerar uma grande decepção com a escolha feita. Mas não há motivo para desespero. Hoje em dia existem várias opções que permitem reajustar sua escolha e mudar de curso sem ter que prestar um novo vestibular. Fique ligado!

Mudança à vista

A modalidade de transferência tanto pode ser interna quanto externa. Já o ingresso como portador de diploma também pode ser feito interna ou externamente. Entretanto, antes de tomar essa decisão procure estar seguro de que não quer seguir com o curso escolhido, bem como da escolha da futura graduação. Busque informações sobre a nova área e se informe a respeito da grade curricular do curso em vista, dos horários das disciplinas, do corpo docente e do mercado de trabalho também. Assim, você poderá escolher com maior confiança. Não se esqueça que a solicitação de transferência para mudar de curso envolve certa burocracia, então se prepare com antecedência para não perder a oportunidade!

Transferência interna

A transferência interna (mudança de curso dentro da instituição) é mais fácil do que você imagina, uma vez que, para solicitar o processo para mudar de curso, basta se informar junto à sua instituição. Cada faculdade possui as suas próprias regras, portanto é fundamental conversar com os responsáveis do setor para obter as orientações de como proceder. Em alguns casos é possível conseguir um aproveitamento de disciplinas já cursadas.

Fique atento às vagas oferecidas para os cursos que possam te interessar. Geralmente, a universidade remaneja as vagas restantes disponíveis e abre inscrições durante um determinado período para preenchê-las. Sendo assim, você já precisa estar com sua decisão tomada e alguns documentos à mão, como o histórico do seu curso anterior, por exemplo, para aproveitar a chance de mudar de curso.

Transferência externa

Nesse caso, você solicita a mudança de curso para outra instituição além da sua. O processo é um pouco mais burocrático, mas também vale a pena, caso o curso pretendido não seja oferecido ou não tenha vagas na sua universidade. A transferência externa pode ser realizada tanto entre faculdades públicas quanto privadas. O processo só dependerá mesmo da disponibilidade de vagas para a área almejada.

Para realizar a transferência externa também é necessário consultar o regulamento próprio da instituição pretendida para saber mais a respeito de provas, prazos de ingresso, bem como a documentação necessária, as condições ligadas às disciplinas já cursadas e outras informações do tipo. Portanto, busque se informar o quanto antes para não perder o período de inscrição!

A mudança para outra instituição, às vezes, não diz respeito somente ao curso, mas à localização e infraestrutura da universidade. Então se a sua atual faculdade está deixando a desejar ou sua localização fica distante para você, considere a alternativa de pedir uma transferência.

Portador de diploma

Outra modalidade de ingresso que não exige um novo vestibular é a de portador de diploma, isto é, caso você já tenha concluído sua graduação você pode solicitar a matrícula utilizando o seu diploma. Essa opção é válida tanto para aqueles que querem investir em uma segunda formação a fim de qualificar seu currículo quanto para aqueles que não estão muito seguros da área escolhida e gostariam de mudar de curso mesmo depois de formados.

Cada instituição organiza o ingresso para portadores de diplomas de modo diferenciado, então, nesse caso, vale a mesma regra que as alternativas anteriores: busque informação e fique atento às chamadas para preenchimento de vagas restantes. O processo ocorre, geralmente, no início do ano letivo, depois das matricular regulares. Portanto fique de olho na instituição almejada e vá se informando sobre documentos e taxas com antecedência.

Seja por meio de uma transferência ou pelo ingresso como portador de diploma, mudar de curso é possível e em alguns casos pode representar uma nova chance para sua formação e seu futuro profissional. Pense bem e vá atrás de seus sonhos, sempre é tempo de recalcular a rota!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *