PIX: 5 coisas que você precisa saber

O Pix é um dos principais tópicos de assunto no mercado financeiro atualmente. E não é para menos. Afinal, o Pix é uma das grandes novidades que o Banco Central do Brasil preparou para colocar em prática ainda neste ano de 2020.

E para não ficar de fora desta verdadeira revolução no mercado das finanças no Brasil, continue lendo logo em seguida para descobrir mais 5 coisas que você precisa saber sobre o novo sistema de pagamentos.

1 – Precisa de um celular para começar a usar do Pix?

Não necessariamente. O Pix vai ser disponibilizado pelos bancos e instituições financeiras participantes por diferentes canais de acesso. E o telefone celular, embora seja um dos principais, é apenas um dos meios de acesso ao Pix. Ou seja, não é o único. Apesar disso, o Banco Central do Brasil acredita que o smartphone vai ser o canal de acesso mais utilizado pelas pessoas para começar a usar o Pix.

Outros possíveis canais de acesso ao Pix, e que podem ser oferecidos a critério de cada instituição financeira, são os seguintes:

  • Internet Banking
  • Caixas Eletrônicos
  • Atendimento Presencial nas agências
  • Correspondentes Bancários, como as Lotéricas por exemplo

2 – Afinal, por que o Banco Central do Brasil inventou o Pix? O objetivo é substituir o cartão de crédito e de débito?

Muito se fala sobre a substituição da moeda comum pelo Pix. Mas em primeiro lugar, é importante esclarecer que o Pix é um novo sistema de pagamento que foi criado para deixar à disposição da população usar. Ou seja, o Pix é uma nova forma de fazer pagamentos e transferências em dinheiro. Portanto, não existe uma intenção inicial de extinguir os outros meios de pagamento. Afinal, é fato que cada meio de pagamento existente tem a sua importância e finalidade. Quanto a isso, não há o que contestar.

Em outras palavras, o Pix foi criado para permitir transações financeiras que fazem o dinheiro cair na conta do destinatário de forma imediata. Ou seja, um pagamento instantâneo. Com isso, as pessoas não vão mais precisar esperar muito tempo para pagar e receber dinheiro.

3 – O Pix vai facilitar a vida das pessoas? Ou não?

Com toda a certeza, o Pix vai oferecer uma série de facilidades para as pessoas. Algumas das facilidades estão apresentadas logo em seguida.

  • Transferir dinheiro em qualquer hora do dia
  • Fazer pagamentos e transferências em qualquer dia da semana, inclusive aos finais de semana
  • Permitir que o destinatário receba o dinheiro que lhe é devido de forma imediata
  • Permitir que as pessoas passem a contar com serviços financeiros mais baratos
  • Permitir que o pagador possa quitar os seus pagamentos de uma forma mais rápida

Por exemplo, com o Pix, uma pessoa que precisa pagar a sua conta de luz vai contar com a possibilidade de pagar e ver que o dinheiro caiu na hora para a distribuidora de energia.

E nos casos de religação, por exemplo, a distribuidora vai poder religar a luz imediatamente, uma vez que o pagamento pelo Pix é instantâneo. Ou seja, o pagamento acontece no exato momento em que é solicitado. E dessa forma, nenhuma das partes vai precisar esperar muito tempo para o pagamento ser enfim confirmado.

4 – O Pix é um sistema seguro?

O Pix é um sistema que está sendo desenhado com o máximo de segurança que é possível. Ao menos, é isso o que garante o Banco Central do Brasil. De acordo com a instituição, a segurança é a prioridade em todos os aspectos do novo sistema de pagamentos, especialmente no que diz respeito às transações, ao conjunto de informações pessoais dos usuários e ao combate às fraudes.

Nesse sentido, os requisitos de disponibilidade, de confidencialidade, de integridade e de autenticidade das informações estão sendo cautelosamente estudados. Paralelamente a isso, uma série de controles já foram implantados para que se possa garantir o mais alto nível de segurança no uso do Pix.

5 – Como a segurança digital do Pix está sendo criada? Pode confiar mesmo?

Todas as transações financeiras que vão ocorrer dentro do Pix vão acontecer por meio de mensagens assinadas digitalmente e que trafegam de modo criptografado, em uma rede protegida e separada da Internet.

Além disso, o chamado Diretório de Identificadores de Contas Transacionais, o DICT, é um elemento importante que vai armazenar as informações das Chaves do PIX. Assim como elas, as informações dos usuários também são criptografadas e existem diversos mecanismos de proteção que impedem as varreduras das informações pessoais, além de indicadores que ajudam os participantes do sistema a prevenir as fraudes e os crimes de lavagem de dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *